Molda o Ki

atom_of_harmony_by_cyberphoenix001-d4b2ia2.pngTudo na vida está envolto de “energia” e é “energia”. E isto está comprovado pela ciência.

Como podemos ver na Química, existe átomos e estes são constituídos por cargas eléctricas, protões, electrões, neutrões.

Agora na nossa visão das coisas:

“Tudo é sólido!”

Há muito que místicos têm uma visão diferente.

Sabem que a vida é um rio de energia que banha os corpos.

Essa energia, essa força Vital ou Ki, tem a informação de todo o conjunto que damos o nome de corpo. E a nossa mente está, por assim dizer, á volta do nosso corpo. O cérebro é só o instrumento que serve de interacção com o corpo. E a mente é um instrumento que a Alma usa para interacção com as experiências da vida.

Uma das maneiras para que fenómenos kinéticos se dêem é misturar a nossa “informação”(ki) com a “informação”- por exemplo- do objecto. Dando assim uma nova realidade a ele proporcionando assim as alterações que desejamos.

Existem vários tipos de força vital a que nos podemos familiarizarmos.

penta-elemOs místicos orientais e ocidentais dividiram-nos em cinco grupos. Onde estes cinco interagem todos continuamente. Quatro deles são os Quatro Elementos da Magia (Ar, Fogo, Água e Terra) junto com o Éter/Madeira. Estes custumam estar representados num pentagrama e onde uma roda os une.

Estas energias combinadas dá para criar uma roda continua.

Cada forma de energia tem sempre um lado positivo(yin) e um negativo(yang). Duas polaridades se equilibrando e estabilizantaodo a vida em seu redor. Onde isso se trespassa para toda a natureza. Místicos representam graficamente esse equilíbrio com o Tao.

Para que possamos moldar o nosso ki em segurança e sem nos desgastarmos muito devemos de saber desobstruir os canais- meridianos- do nosso corpo para que o ki flua mais livremente, trazendo bem-estar, equilíbrio e saúde ao corpo.

|Formas de Moldar o Ki|

Existe várias formas do Ki se manifestar. Muitas vezes essas formas são atribuídas a magia, acasos, poltergeister’s, fantasmas, fenómenos sobrenaturais, etc.

Basicamente podemos dividir esses fenómenos em duas categorias:

|Fisicas|

Nesta categoria enquadram-se todas as manifestações que se podem observar no mundo físico. Baseiam-se em moldar o ki dos objectos ou dos elementos para que se obtenham resultados. Existe um vasto número de poderes kineticos, onde poderei nomear uns poucos:

  •  Telekinese (mover objectos)
  • Hydrokinese (manipular água)
  • Cryokinese (manipular a temperatura)
  • Pryokinese (manipular o fogo)
  • Elektrokinese (manipular campos energéticos, não biologicos como a aura)
  • Geokinese (manipular a terra)
  • Photokinese (manipular a luz)
  • Magnokinese (manipular campos magnéticos, e não o magnetismo animal)
  • Gyrokinese (manipular campos gravitacionais)
  • Aerokinese (manipular o Ar)
  • E a combinação de todos os de cima…

|Mental|

Nesta categoria estão englobadas as capacidades que mexem com os pensamentos e a mente.

Algumas dessas capacidades são:

  • Clarividencia (capacidade de ver campos energéticos das pessoas e de seres desencarnados)
  • Videncia (ver a vida das pessoas e de seres desencarnados e ver estes)
  • Clariaudiencia (capacidade de ouvir sons e de comunicar com seres extra corporicos)
  • Mediunidade (capacidade de ser um meio de atuação de seres espirituais)
  • Canalização (capacidade de captar pensamentos emanados)
  • Telepatia (capacidade de comunicar através de pensamento)
  • Hipnokinese (capacidade de induzir hipnose ás pessoas através do pensamento)
  • Precognição (capacidade de antever acontecimentos)
  • Projecção Astral (capacidade de libertares a consciencia do corpo e “viajares nos planos astrais”)
  • Canalização de Energias (através de sistemas de energia Reiki, magnetismo, chi kung, etc)
  • e muitas outras

|Onde começar|

Antes de sermos capazes de fazer uso da kinese temos que  seguir uns passos para chegarmos a ser dotados de moldar o ki.

1º A Duvida

A KINESE É REAL. Pessoas fazem-no diariamente. É um dom da humanidade. Tens que te consciencializar-te disto antes de seguires em frente.

A duvida é um grande obstáculo entre ti e a kinese.

Tens que ultrapassar a duvida e nunca mais te lembrares dela. É te desnecessário andares acompanhado pela duvida na jornada de descoberta interior, da tua verdade suprema. Especialmente quando se trata de moldares o Ki

2º Lógica

Está bem… Vives num mundo prático. É natural que tentes racionalizar tudo o que vês.

Despreocupa-te. Quando começares a fazer uso continuamente notarás como o conceito de lógico é tão mutável e ajustável aos acontecimentos e ao ambiente em que vives.

3º Pureza de Coração

Queres conseguir moldar o ki?

As tuas razões têm que ser positivas e o teu coração puro.

Místicos falam na lei do retorno:

“Tudo o que fazes voltará para ti em triplicado.”

Explicando: Em torno do teu corpo físico existe um campo de ki (Aura). Cada acção, acto, pensamento, sentimento, etc, liberta ki. Esse ki é reposto em triplicado porque de certa forma somos seres abundantes e que as únicas limitações que temos são impostas por nós. Se damos ki numa forma positiva, é sinal que temos mais de onde aquele ki veio e assim o recebemos. O mesmo se passa para o ki negativo.

Aprende a moldar o Ki para exercitares a mente, para chocares com a realidade. Não para te vingares, destruir a vida de outros ou para mostrares “truques” aos teus amigos.

4º Meditar

TENS QUE MEDITAR. Considera como requerimento obrigatório. Toma o tempo necessário. A meditação é a chave para preparar a tua mente em ordem para moldar o Ki

|O que não se deve fazer|

Antes de começares a fazer uso da kinese, deixa-me apontar um pontos sobre porque pode não estar a resultar ou o que não resulta.

1º Evita juízos depreciativos

Existe várias razões para que alguém tenha grandes dificuldades em fazer uso da kinese. Algumas emoções humanas como o stress pode atrapalhar o processo, embora em alguns casos situações emocionalmente fortes pode levar a uma força “sobre-humana”. Em parte deve-se á adrenalina, mas também se deve a uma libertação de Ki em níveis muito altos. Isto dá-se no momento do “tem que ser”.

Eles não pensaram, simplesmente fizeram.

Não penses nem faças julgamentos preconceituosos.

Não penses muito sobre isso, simplesmente treina sem preconceitos.

2º Não te deixes controlar por emoções destrutivas.

Usualmente, se houver uma situação de perigo ou de necessidade, as emoções abrem o caminho que o cérebro no sistema nervoso para lidar com a situação.

Quanto mais emoções negativas como culpa, medo, desconfiança, julgamento de atitudes e suspeição, são suficientes para bloquear o fluxo natural do ki. Como podemos esperar manifestar algo que não acreditamos ser capaz? Tu não consegues.

3º Não te tornes obsessivo…. Relaxa!!!

Alegra-te por estares a aprender uma nova capacidade…

Não estás numa corrida nem estás a ser testado.

Muitas filosofias espirituais se baseiam na recompensa. Evolução e iluminação espiritual não é algo que se ganha como prémio. Abrir a nossa mente para planos mais elevados da alma é um caminho de crescimento e de alegria que envolve a consciência. A kinese é só mais uma capacidade com possibilidade de se manifestar fisicamente.

4º Não tenhas ideias pré-concebidas sobre os resultados.

Experimenta-as naturalmente. Não escrevas um roteiro. Não digas a ti mesmo como deveria correr ou que deverias estar num certo ponto num certo tempo. Isso só impede o curso natural do ki. Quando te colocas nestas situações estás tão ocupado em pensar como é a forma mais correcta que o ambiente ideal e a forma correcta de fazer não podem estar presentes. Vontade e Razão não são para andar de mão dada na kinese.

5º Não fiques frustrado e furioso contigo mesmo.

Mais uma vez, relaxa e diverte-te.

6º Não te julgues.

Se não consegues obter resultados imediatos isso não diz logo o que tu és. Basta observar o óbvio do momento:

“A colher não dobrou.”

E isto basta!!!

|Somos Ilimitados|

Há várias formas de aplicar energia, mas a forma de dobrar o metal nos ajudará se mover para um outro nível de consciência devido ao impacto que nos trás com as crenças que temos do mundo. E para isso podes começar por querer dobrar colheres.

Ou seja, se puderes fazer isto (que podes) ficarás com tamanha excitação, e esse excitamento servir-te-á como um poço de inspiração que te levará a querer saber mais.

Quando dobrares com sucesso uma colher com a mente, verás que não estás limitado pelas leis comuns do universo físico passadas pelo meio onde vives e em que te guiaste até agora.

Verás que tudo é uma questão de escolha.

Escolheste seguir estas leis, e podes sempre escolher transcende-las.

Até agora tens somente acreditado que estas coisas são possíveis. A mudança será feita só se agora passares a SABÊ-lo que é real. Quando estás CERTO que os milagres são naturais, irás certamente realizá-los diariamente e, quem sabe, a todo momento.

O objectivo não é dobrar uma colher com sua mente, mas conheceres o ki e aprenderes a usa-lo com o coração. É esta combinação que deves procurar. Um dos segredos é em vez de pedires que algo aconteça, recomendo a que cries a emoção que a tens já, assim atrairás a energia da conclusão.

TENS QUE CRIAR A EMOÇÃO DE QUE O PEDIDO JÀ FOI RESPONDIDO!

Esta é a chave da criação.

A maioria de nós fomos ensinados a orar para o que nós queremos, ou para o que nós pensamos que não temos. O que nós não idealizamos é que o universo e a vida rege-se através dos nossos sentimentos.

Se rezamos perante um pedido impregnado com sentimento de ausência iramos sempre receber essa ausência. Uma dessas leis é que a “energia flui para onde dirigimos a nossa atenção.” É aqui o que significa: Sua mente mais profunda não compreende os específicos da prece que rezas. Segue simplesmente o trajecto do ki que estabeleces, às vezes dando o que não querias. Ou seja quando rezas PARA algo, ou a fim receber algo, vamos dizer a paz, o pensamento subjacente é que a paz já não existe na tua vida ou no mundo. O “não” não é assimilado pela mente e esta amplifica o sentimento então. A tecnologia antiga da oração diz-nos para não pedir o que nós queremos, mas para sentir como se deve já a tivéssemos recebido…

O resto se aplica em todas as técnicas, práticas, rituais e filosofias do Cosmopaganismo .

Deves fazer sabendo que consegues fazer e não para ver se consegues fazer.

Só com a certeza de que já és capaz é que és capaz.

Anúncios

Um pensamento sobre “Molda o Ki

Deixar um ponto de vista

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s